Afinal, o que é psicoterapia? (Parte 04/04)

Banner-radio-jsv--008
No post 3 falamos sobre alguns tipos de angústias e transtornos, neste falaremos sobre algo que afeta mais o nosso interior. Aproveite a parte final desta série. (Nota Editorial JSV)

Nem sempre a queixa é tão objetiva, não é incomum a pessoa não saber o que realmente a aflige, parece algo vago que vai e vem que lhe tira a vontade de sair com os amigos para se divertir e quando sai não consegue rir com eles, não vê mais graça em nada. Parece que o colorido desbotou. Não há nada que justifique tanto mal estar, tudo está bem, normal, apenas essa insatisfação, não chega a ser uma depressão, é algo mais vago, mas que também incomoda.

Nesses casos, a psicoterapia também é indicada como um processo de autoconhecimento e auto descobrimento. Mas, você pode perguntar, “eu não me conheço”? Sim, você se conhece em grande parte, mas falta algo, talvez algo do passado que se perdeu ao longo do caminho percorrido, das escolhas urgentes que precisaram ser feitas em detrimento de outras também importantes.

Enfim, resgatar esse eu que ficou para trás e que agora recuperou a voz e quer ser ouvido, então aí cabe à psicoterapia, como um processo de resgate do que precisa ser recuperado e vivido. Se você está vivendo tudo isso anteriormente descrito, faço um convite a você, se encontrar semanalmente com essa pessoa que todos os dias lhe olha do espelho, às vezes lhe sorri, às vezes lhe aprova, outras não.

Pois, o processo de psicoterapia, por ter começo, meio e fim, é um processo de resgate, de descobertas e principalmente, de libertação das amarras que nos impusemos ao longo da vida, talvez por medo do que os outros iriam pensar de nós. É possível viver com leveza sem abrir mão da seriedade, conhecendo e reconhecendo nossas verdadeiras necessidades e anseios e também nossas potencialidades, revendo nossas crenças a respeito do mundo, de nós mesmos, na reinvenção constante desse humano genial que habita em cada um de nós.

Avatar-002Barbara Maria Ribeiro

Psicóloga Clínica – Mestra em Psicologia da Saúde pela UMESP

Mestre em Psicologia da Saúde pela UMESP tem ajudado diversas pessoas nos últimos anos a encontrar um caminho melhor para as angústias do dia a dia.

Escute e curta o áudio da postagem:

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo